O Diretor Do Zoobotânico De Teresina

O Diretor Do Zoobotânico De Teresina


Jogue Este Livro No Lixo De imediato!

Uma hora de corrida ou caminhada é bastante tempo para as pessoas que estuda, trabalha, tem filho na universidade, cachorro no quintal e ainda faz as compras no mercado. Se a ideia é manter a forma sem gastar bastante tempo, o preparador físico Vinícius Possebon, colunista do Delas e criador do programa Q48, tem uma fantástica dica: um treino de tiro. A diferença é que, ao invés de fazer um treino de tiro mais habitual, com uma corrida, o especialista conta que é possível fazer estes tiros sem sair do recinto.


Pra adquirir os melhores resultados, é necessário alternar a intensidade dos exercícios. O segredo para emagrecer é fazer um tiro de alta intensidade e intercalar com um descanso esperto, ou melhor, alguma exercício de baixa intensidade”, explica. Possebon conta que o nosso corpo humano queima gordura como o ferro de atravessar gasta energia elétrica. Se você liga o ferro de ir diariamente pra atravessar uma ou duas camisas, sua conta de energia vai permanecer muito alta”, fala o especialista. Desse modo, o eletrodoméstico "suga" mais energia. Muita gente prefere inserir uma pilha de roupas, ligar o ferro e atravessar tudo de uma vez. Com isso, o aparelho puxa energia, esquenta e se mantém naquela temperatura.


Aí entra a analogia com a queima de gordura corporal. No treino clássico de esteira, mais comprido, o organismo funciona como o ferro ligado por mais tempo para passar toda a pilha de roupas. Treinos curtos exigem mais energia, como ligar e desligar o ferro. É como se você estivesse ligando teu ferro de ir diversas vezes, só que ao invés de ter que pagar caro na conta de energia, você queima mais gordura”, resume Possebon. Seguindo essa ideia, o treino de tiro que Possebon sugere tem basicamente três movimentos: burpee, corrida parada e salto batendo a mão na coxa.


A corrida parada é uma maneira de descansar e tem êxito como o descanso rápido. O burpee, que é o melhor exercício pra emagrecer, e o salto, são os exercícios que podem ser considerados os tiros, pelo motivo de são intensos”, explica. Deite-se de bruços, encostando o peito no chão, suba com os braços e leve as pernas, que estão esticadas. Leve-as para frente, flexionando os joelhos. Ao permanecer em pé, dê um pulo e prontamente emende com o regresso do organismo para a posição deitada, fazendo o movimento contrário. Simule, de modo leve, uma corrida sem sair do espaço. Com as pernas levemente afastadas, dê um salto, elevando os joelhos o máximo possível e batendo com as mãos nas coxas. Para um treino de tiro, basta fazer vinte segundos de burpee, 10 segundos de corrida parada, e mais vinte segundos do exercício de salto. Você poderá reiterar essa sequência quatro vezes”, completa o preparador físico. Pra saber mais, acompanhe as dicas de Vinícius Possebon pela coluna Exercícios em Casa neste local no Delas.


A outra ponta do elástico tem que ser presa em um dos pés. A perna presa ao elástico deve estar do lado da barra, com o elástico esticado. Com os pés paralelos e joelhos semi-flexionados, cruze a perna do elástico à frente da perna de suporte. Mantenha-a estendida o tempo todo, esticando o elástico o quanto adquirir.O pé deve permanecer reto, pela frente do corpo, puxando o elástico e sem encostar no chão. Continue o quadril ajeitado, sem desnivelá-lo durante a realização do movimento. Sente em um banco com pés paralelos e ajeitados com o quadril.



Passe o elástico por debaixo dos 2 pés. Cruze o elástico na frente e pegue as extremidades. Segure-o e continue os cotovelos estendidos. Gire os ombros pra trás. Para iniciar o movimento de ramada alta dos ombros, eleve os cotovelos pro alto, trazendo as mãos até a linha do peito. Levante-se, em sincronia, do banco, estendendo os joelhos e deixando os braços ajeitados com o ombro. Continue os ombros encaixados, sustente seu organismo, evitando que irá pra frente. Em pé, com pés paralelos e parelhos com o quadril, passe o elástico por debaixo de um dos pé.


Suave as extremidades do elástico por trás de qualquer um dos ombros (flexione os joelhos pra realizar esta localização). Agora, fique em pé, neste instante com o elástico estirado. Segure-os com os braços dobrados e cotovelos junto ao organismo. Flexione os joelhos e o quadril pra trás, realizando um agachamento, afrouxando o elástico. Empurre o chão com o apoio mais retornado ao calcanhar do que para os dedos dos pés. Contraia bem o abdômen. Estenda os joelhos de volta, estirando o elástico, realizando potência. Faça de três séries de 15 petições para começar. Realize os movimentos lentamente, inspire no momento em que for fazer o movimento e expire quando retornar a posição inicial. O elástico ideal é o extensor.


Permanecer se revirando na cama e lutando para dormir é um sentimento familiar para vários. A dificuldade pode estar em adormecer ou em conservar o sono. De qualquer maneira, todos sabemos o empenho que fazer as atividades do dia demanda no momento em que não temos uma interessante noite de sono. Aqui estão 5 coisas comuns que impedem vários da gente de descansar o quanto temos que. Desejamos nos perceber sonolentos quando começamos a adormecer, contudo nosso cérebro ainda está ligeiro. Em vista disso, ruídos ou desconforto conseguem nos perturbar. À proporção que entramos em um sono leve, uma área do cérebro chamada hipotálamo começa a bloquear o fluidez de informações de nossos sentidos para o resto do cérebro.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *